De Manzati até Manzato

            Depois do impacto gerado pelo aparecimento de um eventual ancestral, nascido em 1699 e que pode ter dado início à família Manzato, centramos foco na mesma personalidade. Mostramos, aqui, dados de registros em cartórios civis, como a inclusão do segundo ‘T’ no sobrenome da família Manzati, sem esquecer que, em alguns casos, pode ter ocorrido o inverso. A troca do ‘i’ pelo ‘o’, agora, é uma situação a ser analisada com atenção.

            Vamos perceber, aqui, na sequencia de informações, que existem irmãos com sobrenome Manzati e Manzato, o que não é surpresa para nós que vimos Manzato e Manzatto. Mas vamos ao que interessa:

            Vimos que Antonius Manzati nasceu em 26 de maio de 1699 e faleceu em 27 de abril de 1780, faltando um mês para completar 80 anos. Seus pais eram Paulino Manzati e Magdalena e era filho único. Ele teve dois casamentos: se casou, em primeiras núpcias com Magdalena Ferari, que nasceu em 1705 e faleceu em 28 de novembro de 1735. Foi um casamento que durou oito anos, do qual não devem ter tido filhos. Ele ficou um ano viúvo e voltou a se casar. O casamento ocorreu no dia 5 de abril de 1736 e sua esposa se chamava Anna Longo ou Longi. Anna nasceu em 1708 (não há registros do dia e mês) em San Giorgio in Salici, Verona, Itália). Faleceu no dia 21 de fevereiro de 1786, com 60 anos, em Palazzoli.

            O casal teve os seguintes filhos: Anna Maria Manzati, nascida em 8 de setembro de 1728 e falecida em 30 de agosto de 1731, poucos dias antes de completar 3 anos; Joanne Manzati, nascida em 5 de janeiro de 1734, sem data de falecimento: Angela Manzato, nascida em 18 de maio de 1838, também sem data de falecimento; Úrsula Manzati nascida em 18 de outubro de 1740 e falecida em 5 de novembro de 1740, com 18 dias de vida; Magdalena Manzato, nascida em 8 de abril de 1742 e falecida em 12 de abril do mesmo ano, com quatro dias de vida; Franciscus Manzato, nascido em 15 de abril de 1743 e falecido em  21 de agosto de 1802, tendo vivido 59 ano e Appollonius Manzato, nascido em 9 de fevereiro de 1746 e falecido em 28 de setembro de 1748. Mais, portanto, do que divulgamos na edição passada.

            Franciscus, por enquanto o primeiro Manzato a filhos com este sobrenome, casou-se em 17 de fevereiro de 1773, com 30 anos de idade, com Domenica Rossi. Ela nasceu em 1756, sem dia e mês divulgados e faleceu em 16 de abril de 1797, com 41 anos e teve nove filhos.

            OS FILHOS DE FRANCISCUS

            Eis os filhos do casal: Aloysius Manzati, nascido em 15 de dezembro de 1773 e falecido dez dias depois, exatamente no dia de Natal; Antonius Manzato, nascido em 29 de março de 1776, sem data de falecimento; Dominius Manzato, nascido em 22 de fevereiro de 1778; Anna Maria Manzato nasceu em 4 de março de 1780 e faleceu cinco dias depois; Cândida Manzati, nascida em 3 de outubro de 1781 e falecida em 15 de março de 1807, com 26 anos de idade. Segundo consta, casou em 22 de janeiro de 1799, com 18 anos, com Pietro Sorio e não tiveram filhos; Joannes Manzato nasceu em 25 de junho de 1784, mas não tem data de falecimento; Anna Maria Vicenza Manzato nasceu em 5 de abril de 1787 e faleceu em 14 de dezembro de 1789, com dois anos de idade; Vincentius Manzato nasceu no dia 22 de janeiro de 1789 e faleceu no dia seguinte. Anna e Vicentius eram gêmeos e não sobreviveram; Ângelus Manzato nasceu em 23 de julho de 1791 e não tem data de falecimento e Anna Maria Manzato nasceu em15 de março de 1793, na terceira tentativa da família e ter uma filha com o nome de Anna Maria. Enquanto uma viveu apenas 5 dias e a segunda 2 anos, esta terceira não tem data de falecimento. Todos nasceram em Palazzol Di Sona, em Verona, Itália.

            Completando o ciclo, encontramos um Manzati que não tem relação com os já citados aqui: Emilio Manzati, que nasceu em 1883 casou em 10 de junho de 1910, com 27 anos com Sofia Corsa, que nasceu em 21 de julho de 1886.

            Observem que, em todas as família, ocorriam muitas mortes de recém-nascidos ou com poucos anos de idade.

         (texto: Nelson Manzatto
fonte: site da Igreja dos Mormons)

Etiquetas: , , , , , , ,

Uma resposta to “De Manzati até Manzato”

  1. Nelson Says:

    Apenas para dar os devidos créditos, a pesquisa e descoberta das informações aqui contidas foram do Fábio. Valeu!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: