O Manzatto é seu parente?

O objetivo principal deste blog, criado há pouco mais de um ano, sempre foi o de agregar Manzat(t)os e de se buscar a origem da família. Estamos caminhando a passos largos para atingirmos estes objetivos, mas sabemos que não é uma missão fácil. Estamos batalhando, buscando, questionando. Segue, aqui, algumas histórias rápidas de visitantes do blog e que relatam o que sabem de suas famílias:

———-

“Sou da familia Manzatto de Bauru. Meu bisavô era Vitorio Dario e Carolina Vendrameto e meu bisavô era Atilio Manzatto, irmão de Augusto Manzatto. Sei que meus ancestrais vieram de Veneza, na Itália, e que ainda temos primo e tios lá. Tenho um primo, Thiago Manzatto Corciolli, que mora lá. Sei que minha família tinha pés de café em Jundiai e até Alba, um patrimonio de Cabrália Paulista. Temos muitos primos em Jau. Tenho prima até no Mato Grosso.”  (Lady Le Manzato)

 ———-

“Moro em Campinas, meu nono (Ferdinando Manzatto, filho de Santo Manzatto e Maria Sotina Manzatto) e minha nona (Angela Zago, filha de Frederico Zago e Maria Zago), vieram da Itália, na mesma época (não sei exatamente a data). Meu nono era de San Donà di Piave e minha nona de Veneza. O Ferdinando Manzatto tinha um irmão que se chamava Paulo Manzatto, outro Antonio Manzatto e João Manzatto. A minha nona teve os irmãos Luis Zago, Pedro Zago, que nasceram no Brasil.” (Wagner Manzato)

 ———-

“Eu tenho 31 anos de idade e moro em São José dos Campos. Meu pai é o Eduardo Manzato, nasceu em Torrinhas, São Paulo e tentei “interrogá-lo” sobre nossos parentes. Meu pai tem os seguintes irmãos: Osvaldo (mora em Marília), Tereza (São Paulo) e Ines (São Paulo). Meu avo chamava-se Pedro Manzatto e tinha como irmãos: Guilherme, Joseph, Joana e Osvaldo. Meu tataravô chamava-se Benjamim Manzatto e seus irmãos: Santa, Ema, Angelin, Tereza e Domingo. Perdemos o Manzatto (ou o segundo T) a partir do meu pai Eduardo por exigência do cartório, durante o período entre guerras.” (Fabiana Manzato)

 ———-

“O que sei é pouco mas talvez possa dar alguma pista. Meu bisavô veio da Itália e seu nome era Santo Manzato e tinha três filhos. O mais velho de nome Pedro (meu avô), que veio menino da Itália, e seus dois irmãos Eusébio e Angelo. Havia também mulheres mas eu conheci somente duas, uma chamada Maria e outra Rica. Ao chegarem da Itália, vieram para a região de São Carlos e posteriormente para a região noroeste do estado. Meu avô e minha avó tiveram nove filhos: Orestes, Ernesto, Paulo, Orlando, Carlos, Ermelinda, Helena, Angela e Ercília, e todos já são falecidos.” (Antonio José Manzato, Depto de Ciências de Computação e Estatística IBILCE/UNESP, São José do Rio Preto)

 ———-

“Eu moro em Paulínia/SP, pertinho de Campinas, onde nasci e vivo há 26 anos. Sou casada e tenho um filho, Filipe Manzatto (o pai era Antonio Carlos de Abreu Pestana – in memorian). Meus pais nasceram em Campinas e são: Basílio Manzatto e Durvalina Lanza Manzatto (Meus pais estão vivos e temos uma tia, Assunta Manzatto, que está com 82 anos que é um computador ambulante, sabe tudo e lembra tudo, impressionante.) tenho dois irmãos o Pedro Manzatto (casado com Dalva Helena Leite Manzatto) que tem dois filhos lindos e são gêmeos, o Thalles e o Weslley Manzatto e o Ismael Manzatto (casado com Ivete Menezes Manzatto) que tem a Carol e o Nícolas. Meus avós; Inocencio Paulo Manzatto e Eugenia Bedon Manzatto (falecidos) e a vida toda moraram em Campinas. Eu trabalhei num terminal de cargas e conheci um Luiz Manzatto que aparentemente não tínhamos parentesco e ele é de Presidente Prudente ou Bauru e em Paulinia tem parentes dele que são Manzatto e que eu tenho amizade e não são parentes nossos. Temos parentes em São Paulo, Sumaré e Campinas” (Sonia Manzatto)

 ———-

“Meu trisavo se chamava Giusepe Manzato, casado com Maria Romana Agio. Meu bisavo se chamava Argemiro Manzato (veio adolescente da Italia), casado com Angelina Manzato. Meu avo se chamava Arnaldo Manzato, casado com Ana Capeleto Manzato. Meu pai Marcos Antonio Manzato, casado com Maria Jose Manzato. E finalmente eu: Rodrigo Manzato. Tenho muitos parentes aqui em Pedreira, minha família é tradicional nesta cidade. Tenho uma copia dos documentos de passaporte que vieram da Italia. O irmão do meu avo ainda é vivo e conhece bastante da historia. Sou micro empresário aqui em Pedreia, estamos no ramo da ceramica desde a época do meu avo.” (Rodrigo Manzato)  

———-

“Sou filha de Mauro Manzatto, filho de Atilio Manzatto que tinha um irmão chamado Augusto Manzatto e o nome do pai deles era Victório Manzatto. Na minha família tem sobrenome com dois e um “t”. Minhas irmãs foram registradas com dois mas eu fui registrada com um. Lembro que meus antepassados tinham pés de café em Jaú interior de São Paulo e eram fazendeiros. Minha avó dizia que os pais vieram de Veneza na Itália. Conheço o primo Nelson que está no meu Orkut e no da minha filha. Lá tem muitos Manzattos e até uma arvore  genealogica que pode ajudar. Ficarei feliz em poder ajudar e ter contato com a nostra gran famiglia.” ( Marcia Sueli Manzato) 

———-

“Sou filho de Lourice Aparecida Manzatto filha de Victorio Manzatto e Conceição Silverio Manzatto, Tambem em nossa familia tem os nomes Tissela e Benassi. Temos alguns documentos da época de migração de nossos bisavos da Italia. Diziam-nos os mais velhos que nossa origem veio da Calabria, ao sul da Italia. Temos parentes também na região de Jau e Bauru.” (Reginaldo Dias)

———-

“O nome do bisavo de meu esposo era Angelo Manzatto e vieram ao que tudo indica da cidade de Gorgo. Meu filho está tentando obter a cidadania italiana. Estamos radicados em Batatais.” (Elda Lemos Manzatti) 

Anúncios

Etiquetas: , , ,

3 Respostas to “O Manzatto é seu parente?”

  1. Nelson Says:

    O legal nisso tudo é compararmos nomes de pessoas. O que tem de Santo, Victório, Antonio. Surgiram também Angelina, Ana, enfim nomes muito comuns entre tantos de nós.

  2. Antonio Manzatto Says:

    Meu avo Luigi [Luiz] Manzato, filho de Piero [Pedro],nasceu em 02/05/1881 em San Dona´di Piave, uns 30 km de Veneza. Tenho uma certidão de casamento da Arquidiocese de Botucatu, onde se casou com Regina Rosseto, em 08/02/1902, e onde já está com os 2 t[s]. Parece que tinha um irmão de nome Angelo. Passei em San Dona’ di Piave em setembro de 2009, e parece que a maioria foi para Veneza. Ele se estabeleceu não sei quando em Cambará – norte do Paraná, até sua morte. Sendo minha cidade natal. Hoje moro em Curitiba há muitos anos. Vi pela internet que há um homonimo meu, e além de padre é uma pessoa influente em Universidade. Alguém já tem cidadania italiana? Aguardo notícias do meu povo. Antonio Manzatto

  3. caroline Says:

    meu sobrinome e manzato o nome do meu avô e osvaldo manzato

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: