A busca continua!!!

Nomes que fazem história

Por Nelson Manzatto

Se formos verificar nas árvores genealógicas dos Manzat(t)os pesquisados, vamos perceber detalhes interessantes: os nomes iguais! Se no último século, pesquisando a família de Santo Manzato, vamos encontrar dois que têm exatamente este nome. E a repetição de nomes nada mais era do que uma homenagem ao pai, ao avô ou a um parente mais velho. Até aí, pode-se dizer algo absolutamente comum. Se pesquisarmos entre os Manzatos que se registraram na Hospedaria do Imigrante, em São Paulo, vamos encontrar mais Santo.

Mas ao observarmos as infinitas famílias formadas por Manzatos, encontramos nomes absolutamente iguais e que pode nos trazer confusões, por isso é importante termos conhecimento do maior número possível de ascendentes. E é esta análise que a genealogia nos permite dizer até onde vai o grau de parentesco. Mostramos aqui, na descoberta do eventual primeiro Manzato, Franciscus, que ele tivera três filhas com o mesmo nome: Anna Maria Manzato. As duas primeiras faleceram, ele insistiu no nome e manteve a descendência com Anna Maria.

Se Anna Maria pode-se dizer ser um nome comum entre os Manzatos, encontramos nomes que poderiam ser difíceis hoje em dia, mas absolutamente comuns séculos atrás. E o mais comum encontrado é Angelo. Visualizamos primeiro Angela, nascida em 1738, filha de Antonius, irmã de Franciscus. Na mesma família encontramos Angelus, nascido em 1791 este, filho de Franciscus. Todos naturais de Verona.

Em 1830 encontramos Angelo, nascido em Padova, filho de Luigi. Um dos filhos de Angelo, também se chamava Angelo e nasceu em 1858. Este teve também um filho que se chamava Angelo, mas completou com Giobattista Manzato e nascido em 1892.

E a Hospedaria do Imigrante, em São Paulo, recebeu outros Angelos. Um deles, por exemplo chegou em 1887, logo após a chegada de Miguel. Os registros não mostram a região de origem, mas diz que chegou com 49 anos. Imaginamos portanto que tenha nascido em 1838, data diferente do nascimento dos Angelos já citados aqui. Vale constar que este chegou na hospedaria e foi residir em Valinhos onde estão Manzatos que descendem de Miguel. Seria Miguel irmão de Angelo? Miguel tinha 44 anos quando chegou e Angelo 49. Filhos de Jacintho? Um caso a ser analisado…

Encontramos ainda Angela, nascida em 1905, o que mostra um nome que podemos considerar difícil hoje, mas comum nos tempos citados aqui. Sem contar que encontramos Domenica e Dominicus. Ela, Domenica Joanna, filha de Celestis Manzato e Anna Titon e nascida em 1791 e Dominicus nascido em 1778 e filho de Franciscus, o primeiro!

Como se vê, a pesquisa nos proporciona interrogações, dúvidas, mas incentivo a continuar buscando nomes que constituem a mesma família, a mesma origem. De repente, podemos descobrir quem são nossos parentes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: